Comando para Ignorar Faixa de Opções
Ir para o conteúdo principal

Ferrovia/Metrô

O setor ferroviário no Brasil necessita de grandes investimentos. A velocidade média dos trens é de apenas 15 km/h e o déficit na malha nacional é de aproximadamente 30.000 km.

 

Nos próximos anos, o setor de ferrovias no país deverá receber contínuos investimentos para ampliação e melhoramento das malhas existentes. Atualmente o Governo Federal estuda inclusive a concessão de novos trechos ferroviários.

 

Neste cenário, a ENGEVIX poderá se beneficiar por conta de seu histórico de sucesso. Alguns dos clientes da empresa neste setor são: CPTM, VALEC, METRÔ/SP, METRÔ/DF, CTS/BA, Companhia Vale do Rio Doce, CBTU, Brasil Ferrovias e RFFSA entre outros.

 

No modal ferroviário/metroviário, a ENGEVIX se destaca participando dos seguintes projetos:

 

·         Projeto do trecho de 210 km da Ferrovia Leste-Oeste, que liga o Estado de Goiás a São Paulo, e projetos de adequações na Ferrovia Carajás;

 

·         Gerenciamento de obras e montagens para a ampliação das Oficinas e Terminal da Ponta da Madeira e Carajás, no Estado do Maranhão.

 

·         Supervisão das obras de implantação da Ferrovia Norte-Sul em Tocantins e subtrecho Ouro Verde/GO e Estrela do Oeste/SP com extensão de 136 km;

 

·         Projetos básicos e executivos de arquitetura e meio ambiente da Linha 13 – Jade, com extensão de 12,8km, incluindo a estação no Aeroporto Internacional de Guarulhos.

 

·         Supervisão das Obras para revitalização da malha ferroviária, supervisão e controle das obras civis de construção e reconstrução de estações da linha Turquesa da Companhia de Trens Metropolitanos de São Paulo;

 

·         Supervisão de projetos de engenharia civil das estações e via permanente das linhas A, C e F da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos;

 

·         Projetos de modernização do Sistema Trens Metropolitanos de São Paulo com ênfase no projeto Integração Centro;

 

·         Estudos para o sistema de Trens da Metrópole de San Jose na República da Costa Rica;

 

·         Elaboração do projeto básico do pátio Paulo Freire Linha 2 no Metrô de São Paulo;

 

·         Projeto executivo de dezoito estações, um pátio de manutenção, uma Frota de 24 trens e de estações da linha 17 de Monotrilho com extensão de  17,9 km de vias elevadas ;

 

·         Gerenciamento de obras civis e sistemas (incluindo obra bruta, acabamento, via permanente, implementação de sistemas, serviços, fornecimentos e gestão ambiental) da Linha 5 – Lilás, Metrô de São Paulo.